Como criar eventos escolares de relevância

Voltar para home

Como criar eventos escolares de relevância

Eventos escolares são uma parte importante do processo de aprendizagem dos estudantes, contribuindo para a absorção do conteúdo apresentado na sala de aula e estimulando a convivência social dos alunos.

Atividades que acontecem fora do horário de aula também servem para estreitar as relações com a família, literalmente trazendo a comunidade para dentro da escola e permitindo aos pais acompanharem de perto o trabalho desenvolvido pela instituição.

Esses eventos também servem como poderosas ferramentas de marketing para as escolas, auxiliando no processo de prospecção de novos alunos. Aqui, a escola tem a oportunidade de evidenciar os seus pontos fortes, solidificando a imagem que ela quer passar para a sociedade.

É necessário, portanto, entender os objetivos pedagógicos da unidade de ensino para poder estabelecer quais serão os eventos escolares que farão parte do calendário anual. A partir dessas definições, deve-se considerar quais serão os pilares abordados dentro das atividades, como sustentabilidade, esportes, línguas, arte e cultura.

A importância do planejamento 

A primeira etapa para criar eventos escolares de relevância é realizar um bom planejamento. Já no começo do ano, a equipe pedagógica deve pensar em quais eventos serão realizados e os objetivos educacionais de cada uma dessas atividades.

Toda a equipe docente tem de estar envolvida em todas as fases de planejamento desses eventos. Isso evita problemas por atrasos ou falta de tempo. Muitos dos eventos escolares são baseados em datas comemorativas, como as festas juninas, facilitando a criação de um calendário já no começo do ano letivo.

Eventos mais complexos ou que envolvem projetos criados pelos alunos, como feiras de ciências, por exemplo, necessitam de bastante tempo de planejamento. Apesar de normalmente acontecerem apenas no segundo semestre, a preparação deve acontecer desde o começo do ano.

Na fase de planejamento, tem de ser levado em consideração os objetivos de cada comemoração, o número e o perfil dos participantes. Nem todos os eventos precisam ser direcionados para todos os alunos da escola ou envolver os pais, mas isso já deve estar definido desde o início.

Existe uma grande variedade de atividades que podem ser realizadas na escola, como apresentações musicais, palestras, feiras, workshops, jogos esportivos e mais. Se possível, a instituição deve oferecer uma certa diversidade de comemorações, misturando educação, arte cultura e esportes.

A escola pode optar por repetir eventos que foram sucesso em anos anteriores, mas é essencial tentar encontrar maneiras de inovar. Alunos e familiares que já participaram daquele evento podem ser surpreendidos com uma nova decoração incrível, um local ainda mais espaçoso e uma dinâmica de apresentação totalmente repensada. Com pesquisas, é possível entender quais as atividades que têm mais aceitação e que pontos podem ser melhorados em edições futuras.

Comunicando os eventos

No entanto, de nada adianta cumprir essas etapas com excelência se ninguém ficar sabendo do seu evento. Afinal, o sucesso de um evento também depende da sua taxa de participantes.

A comunicação do evento precisa ser clara e acessível para todos. Por isso, é importante avisar com antecedência sobre os eventos que vão acontecer ao longo do ano. Eventos que já tem data certa podem ser informados já durante a matrícula ou logo no início do ano letivo.

Essa comunicação pode ser feita de diversas formas, como cartazes, bilhetes e por meio do site e das redes sociais da escola. Com a data do evento se aproximando, o ideal é que os pais dos alunos recebam notificações para lembrá-los do evento.

Custos de realizar eventos escolares

Uma das maiores preocupações das escolas é o custo de todo esse processo. Mas a verdade é que nem todo evento tem um custo alto. Existem diversas alternativas que diminuem muito o gasto envolvido em criar um evento escolar.

Por meio de patrocínios e parcerias, é possível reduzir drasticamente alguns gastos. A escola pode, por exemplo, convidar um pipoqueiro para o evento, onde todo o valor da venda de pipocas vai para ele mesmo. Dessa forma, os participantes têm uma opção de alimentação sem aumentar o custo para a escola. Em eventos esportivos, patrocinadores podem fornecer materiais e uniformes para os times.

A escola pode criar uma planilha para avaliar individualmente cada gasto previsto para o evento e verificar se o custo cabe dentro do orçamento total. Um bom planejamento é essencial para garantir o sucesso e se certificar que todas as necessidades dos participantes serão supridas.

Eventos escolares on-line

Durante a pandemia e em tempos de aulas remotas, diversas escolas passaram a realizar eventos escolares de forma on-line. Para isso, a escola pode utilizar plataformas digitais como o YouTube e o Zoom.

Muitos desses eventos são simplesmente adaptações de eventos presenciais para um cenário on-line. Uma solução muito bacana é fazer eventos que contam com a participação dos alunos, como recitação de poemas, apresentações musicais, entre outros.

Esses eventos remotos também trazem a oportunidade de alunos reverem professores e funcionários da escola, além de servirem como um canal para demonstrar para a família o trabalho que está sendo exercido dentro da escola durante esse período de isolamento social.

Se você gostou desse conteúdo, assine a nossa newsletter para ter acesso a outros textos como este! Acompanhe o Sistema Poliedro também nas redes sociais no Instagram, Facebook e LinkedIn 

Venha fazer parte do Sistema de Ensino Poliedro.

Seja Uma Escola Parceira

Voltar para home