Como criar uma campanha de matrículas de sucesso

Voltar para home

Como criar uma campanha de matrículas de sucesso

Com a chegada do segundo semestre e o término do ano letivo, muitas escolas se preparam para dar início ao período de matrículas. 

Mas, para atingir um número satisfatório de alunos, é necessário pensar em uma campanha de matrícula robusta e estratégica, que fale com o seu público e consiga salientar todo o trabalho que foi feito ao longo do ano. 

Por isso, separamos algumas dicas importantes para alavancar a campanha de matrículas da sua escola. 

1 Mantenha uma comunicação com as famílias 

É sempre mais fácil fidelizar do que ganhar novos clientes. Logo, o primeiro passo é abrir o diálogo com o seu consumidor. É necessário se mostrar aberto a entender as necessidades, expectativas e dores desse cliente. 

Criar canais de comunicação com as famílias permite entender quais dificuldades que os alunos matriculados estão passando, para então encontrar as soluções para essas questões. Ferramentas como e-mail, WhatsApp e Zoom permitem uma comunicação direta e plena e devem ser utilizadas não apenas no período de matrículas, mas durante o ano todo. 

Mesmo escolas que não se apoiavam em ferramentas digitais, agora precisarão investir em novos recursos. 

2 Dê ênfase ao apoio oferecido às famílias 

A maior parte das escolas estão acostumadas a adotar um discurso de vendas na hora de desenvolver campanhas de matrículas. Porém, é preciso ter muito cuidado nesse momento delicado que estamos vivendo. 

É necessário adaptar o tom. Ter uma atitude mais humilde na hora de tentar atrair novos alunos, destacando todo o apoio que foi oferecido durante esse período, ajudará na construção da imagem de uma escola parceira da família. 

E agora isso é mais importante do que nunca. Os pais quererem saber quão preparada a escola está para enfrentar possíveis dificuldades. E isso nos leva direto ao nosso terceiro ponto. 

3 Mostre como a escola está preparada para o futuro 

É imprescindível evidenciar para os pais como a escola está preparada para responder rapidamente a problemas que possam aparecer, sempre oferecendo suporte e encontrando soluções para esses desafios. 

Com a pandemia e o distanciamento social, por exemplo, a maior parte das escolas foi obrigada a migrar para algum tipo de ensino a distância. Mostrar o quão rápido foi a adaptação para esse momento e o que está sendo feito para o retorno às aulas presenciais, devem ser pontos de destaque dentro da campanha de matrículas. 

Um outro ponto de questionamento pode ser a adoção de um modelo de ensino híbrido, que une aulas presenciais ao ensino remoto. 

A escola também deve estar pronta para responder às perguntas sobre as adaptações que estão sendo feitas no currículo escolar para a introdução do Novo Ensino Médio, com a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e os Itinerários Formativos.

4 Destaque os diferenciais da sua escola 

Em uma campanha de matrículas, deve-se ressaltar o que faz a escola ser especial. Fale sobre o projeto pedagógico e destaque as ferramentas de ensino que estão disponíveis para os alunos. Apresente bem a estrutura física e os eventos que foram realizados na escola. Promova todos esses diferenciais no seu site, nas redes sociais e por e-mail marketing. 

Se você ainda não sabe o que faz sua escola especial, agora é a hora de entender o que atrai novos alunos e o que agrada aos que já estão matriculados. Use formulários e pesquisas, reuniões e conversas com os pais para obter feedbacks importantes e entender os pontos fortes e fracos da sua escola. 

Dicas bônus 

Sabemos que criar uma campanha de matrículas em 2020 não é uma tarefa fácil. Diante disso, separamos algumas medidas extras que devem ser tomadas para desenvolver uma estratégia de captação. 

– Não divulgar um calendário escolar 
Ainda não está claro quando as escolas retornarão às aulas presenciais. Por isso, prometer datas de atividades e eventos deve ser evitado. Além disso, a suspensão e adiamento de provas importantes como o ENEM interferem diretamente na definição desses calendários. Isso não quer dizer que a escola não deve deixar o calendário pronto, mas ela não deve disponibilizá-lo para os pais ou usá-lo como argumento de venda. 

– Colete e mensure dados 
Durante o período de matrículas, as escolas devem pensar em maneiras de coletar dados e números de pais que fecharam negócio. Esses dados serão muito importantes para entender o público da sua escola, além de servirem como aliados na hora de preparar campanhas de matrículas para os anos seguintes. 

– Invista em comunicação digital 
Não é segredo que as pessoas estão passando mais tempo na internet durante a quarentena. Um site bem estruturado e contas no Instagram e Facebook acabaram se tornando os melhores canais de comunicação nesse novo momento. Com isso, redes sociais e sites de busca se tornam o lugar perfeito para investir em publicidade. 

– Crie uma plataforma on-line de matrículas
A escola deve pensar em uma plataforma on-line de matrículas ou um processo para receber os documentos necessários. Se não for possível implementar essas soluções, pode-se atender matrículas com agendamento, para evitar aglomerações.

Se você gostou desse conteúdo, assine a nossa newsletter para ter acesso a outros textos como este! Acompanhe o Sistema Poliedro também nas redes sociais no Instagram, Facebook e LinkedIn.

Venha fazer parte do Sistema de Ensino Poliedro.

Seja Uma Escola Parceira

Voltar para home